Páginas

31 de outubro de 2017

À conversa com João Tordo na BESAF

E foi mesmo um grato prazer termos recebido hoje, pela manhã, na sala de leitura da biblioteca da ESAF, o escritor/romancista João Tordo.
Prémio Saramago (2009), autor de mais de uma dezena de livros de elevada qualidade literária, com uma voz e um fio narrativo muito especiais na literatura portuguesa contemporânea, reconhecido cá como no estrangeiro, onde tem vários dos seus livros traduzidos, João Tordo falou hoje para uma audiência atenta de alunos do Ens. Secundário, com apresentação e moderação a cargo do jornalista e poeta Alberto Serra. Falou de alguns dos seus livros, das personagens e do processo de escrita; não esqueceu a referência a autores da literatura universal de que gosta em particular; ouviu a leitura (pela prof. Marieta) de um excerto de um dos seus livros (O Ano Sabático), também a leitura de um dos seus textos (por um aluno do 11.º ano, Pedro Dias); respondeu a questões do moderador e de alguns elementos do público. No final, a forte sensação de que estivemos na companhia de um artífice de narrativas complexas, que agarram os leitores sem os manipular, na companhia de um escritor que se mostra como é: simples e genuíno.

É sempre gratificante e de uma valia incontornável receber neste espaço um escritor e, na sua companhia, criar-se uma atmosfera propícia não apenas à leitura das suas obras, mas também à leitura em geral.
Um escritor na biblioteca, nesta como noutras, é sempre um acontecimento a registar, pois desde logo estamos num território onde o incentivo à leitura é um dos nossos grandes desideratos, e é sempre tão profícuo falar com aqueles que tecem com palavras e mestria de enredo histórias que nos fazem pensar, lugares e sem-lugares, temporalidades, personagens com quem empatizamos ou não, mundos outros que tanto dizem sobre quem somos. Afinal: dessa matéria com que se tece a literatura.
Obrigado, João Tordo, pelos momentos de partilha!

Sem comentários: